4.3.06

Para que conste

Ante projecto de Souto Moura de 1998 para a Av. dos Aliados e Pr. da Liberdade

Maria Carvalho comentou aqui:
«A propósito da afirmação, muitas vezes repetida pela Metro S.A., Câmara do Porto e arquitectos Souto Moura e Siza Vieira, de que a colocação das saídas da estação do metro nos passeios laterais OBRIGOU à alteração radical em toda a avenida e praça, recorde-se o projecto de Souto Moura publicado na revista de arquitectura 2G, aqui mencionado há dias por um leitor: nele as saídas estão nos passeios laterais, a placa central está recuperada com a calçada portuguesa e os canteiros, mas há APENAS duas faixas de rodagem, estando uma reservada para os transportes públicos.

Com três estações de metro à mão naquela zona, correspondendo a um enorme investimento da cidade, dir-se-ía (e com isso mesmo chegou a concordar Souto Moura) que 2 faixas de rodagem seriam suficientes... »


2 Comments:

Blogger José Manuel Monteiro said...

Com o andamento da obra de facto verificamos que a avenida dos aliados está simplesmente descaracterizada. Afinal onde está a sensibilidade urbanistica que tanto se fala?

José Manuel Monteiro

10/3/06 00:55  
Blogger José Manuel Monteiro said...

já agora podem ver a minha opinião sobre o assunto no meu blogue http://pesodaspalavras.blogspot.com

10/3/06 00:58  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home