23.12.05

O último dia?


Teria sido possível fotograr apenas a estátua negra iluminada de frente pelo sol, as pombas a voar, o céu azul e ignorar o cenário de guerra (de puro terrorismo, disse alguém)
que se instalou na Avenida e na Praça ?


Dos canteiros apenas restam aqueles onde se encontram as magnólias.
Em Junho passado interrogava se seria «o último Verão?». Hoje que pergunta fazer?
Apenas um aviso: como muito provavelmente ninguém vai fazer parar aquela máquina, este deve ser mesmo o último dia. Ontem à noite a máquina ficou a postos! E vão atacar pelas costas como os traidores e como os cobardes.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Podem até vir mesmo a fazer uma praça/avenida/alameda ou lá o que quiserem, sizenta e de granito. Mas ficará bem desmascarado o modo antidemocrático e aldrabão como impuseram esta obra ao Porto. E disso nunca mais se livrarão! A bem da verdade e da transparência.
Obrigada por manterem este blogue! Para memória futura.Cumprimentos
C. Pires

23/12/05 19:26  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home