11.5.06

Acção Administrativa Especial

Deu entrada no Tribunal Administrativo do Porto -tal como foi anunciado na nota à imprensa do mês de Fevereiro divulgada pelas associações Campo Aberto, APRIL, GAIA após se ter sabido que a pretensão de suspender as obras não tinha sido atendida-
uma Acção Administrativa Especial (Versão em pdf aqui )

Contra:

  • o Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR)
  • o Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional (MAOTDR);
  • o Município do Porto;
  • e a Metro do Porto S.A.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Obrigada, Manuela, e demais companheiros da luta.

M.R.L.

12/5/06 01:22  
Anonymous Paula said...

Não deixemos morrer a nossa indignação.
Nem com a lentidão da justiça deste país.
Não desistamos da cor, nunca!

12/7/06 12:45  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home