18.6.06

Nos Jornais-"...os arquitectos que trabalharam a obra adaptaram a avenida à obra e não a obra à avenida"

Jornalista critica situação na Baixa da cidade no Primeiro de Janeiro
"O Porto não é só futebol"
«Germano Silva olha para a recuperada Avenida dos Aliados e vê uma "eira". O jornalista e cronista considera que a Baixa do Porto se degradou "
porque os arquitectos que trabalharam a obra adaptaram a avenida à obra e não a obra à avenida".
Foi ao final da tarde de ontem, e à margem da apresentação de mais um livro seu, que Germano Silva se pronunciou sobre o assunto. O escritor considera mesmo que não seria necessário haver uma estação de metro na Avenida dos Aliados, uma vez que existem duas muito próximas. “Foi um gasto de dinheiro sem necessidade”, afirmou.
A Biblioteca Almeida Garrett serviu de palco para a apresentação do quinto livro de Germano Silva, no qual o jornalista apresenta um conjunto de crónicas semanais que assina no Jornal de Notícias.

Porto - Caminhos e Memórias» é o nome que dá título à obra que, e como o próprio autor admite, tem um papel pedagógico.
(...) E exemplifica: “custa-me muito passar na Rua das Flores e ver o estado de degradação em que aquilo chegou. Para um portuense custa muito ver aquilo. Tenho a certeza que os portuenses preservam a cidade desde que conheçam e saibam o interesse que ela tem”.
O importante, e como destaca o jornalista, é que a informação lhes chegue. E neste aspecto Germano Silva é muito crítico e considera mesmo que “há um intuito de apagar a história do Porto” e advoga: “as entidades oficiais deviam colaborar mais porque infelizmente nós estamos a atravessar um momento de apatia completa na cidade”.

Em jeito de alerta, e “porque os portuenses foram sempre uma gente de carácter, que sempre reivindicou quando tinha que reivindicar”, o jornalista deixa um desejo. “Queria que as pessoas continuassem de cabeça erguida e a lutar pelo Porto, que é o Porto da solidariedade, do orgulho e não só o Porto do orgulho do futebol, porque há muito Porto para além disso”, afirmou. »
Ler texto completo

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

«...considera mesmo que “há um intuito de apagar a história do Porto”...». E Germano Silva não é o único que assim pensa.

M.R.L.

18/6/06 18:20  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home